“Adoro a estética oriental, essa coisa da pele bonita, da boca vermelha e do cabelo preto. E o modo como me maquio reforça essa minha preferência”, Gabriela Song, 25 anos, estilista

Gabriela Song, 25 anos, estilista

 

Qual é seu ritual de beleza?

As mulheres orientais são muito ligadas à pele. A gente cuida mesmo, porque para nós, ter a pele bonita é algo importantíssimo. Então, todas as manhãs lavo o rosto com sabonete e, em seguida, passo um tônico de rosas. Depois, aplico sérum e protetor solar, só então passo a maquiagem. Antes de dormir, lavo novamente o rosto, uso o tônico de rosas, creme hidratante, máscara de papel para hidratar a pele e aplico um balm na boca. E todos os produtos que eu uso, de tratamento de pele e maquiagem, são coreanos. Também tento usar apenas aquelas marcas que não fazem testes em animais.

 

E como é sua ligação com a maquiagem?

Minha ligação com a maquiagem é enorme. Eu amo e não saio de casa sem. Mas só começo a me maquiar depois de tratar minha pele. Quando a pele está bonita, a maquiagem fica ótima. Mas se a pele não estiver limpa e hidratada, não vai ficar bom o make.

 

Que produtos costuma usar no seu make do dia a dia?

Você vai assustar, porque eu uso muitos produtos [risos]. Começo aplicando corretivo na aba do nariz, nas olheiras e em outros pontos em que eu quero disfarçar as imperfeições.  Em seguida, passo pó apenas nas áreas mais oleosas do meu rosto, nariz, testa e queixo. Na Coréia, as mulheres valorizam muito o brilho da pele hidratada, aquele viço. Por isso, depois de usar o pó, aplico um pouco mais de hidratante para deixar minha pele iluminada. Nas sobrancelhas, primeiro passo lápis e, depois, máscara para sobrancelhas na cor marrom claro, para penteá-las. Aí, uso uma base para tirar o brilho das pálpebras. Então, passo uma sombra cor de rosa suave e cintilante nos cantos externos dos olhos, porque isso ajuda a abrir o olhar. Essa sombra é bem cintilante e quase branca, que é para iluminar mesmo. Eu gosto muito de usar batom como sombra e blush – e foi o que fiz hoje. Termino com a maquiagem com um batom vermelho.

 

E máscara para cílios? Você não usa?

Eu não gosto de máscara para cílios. Quando quero deixar meus olhos em evidência, como hoje, coloco cílios postiços.

 

O que maquiagem tem a ver com estilo?

Tem tudo a ver! Eu gosto de peças atuais com estilo vintage – mas eu não compro nada vintage de verdade.  Fora isso, adoro a estética oriental, essa coisa da pele bonita, a boca vermelha e o cabelo preto. E o modo como me maquio reforça essa minha preferência estética.

Foto: Bruno Bralfperr

Compartilhe:
Eliana

Esse conteúdo também pode te interessar

Sobre a Chloé

Trabalho como make-up artist há 12 anos e também sou consultora de imagem. Atualmente, sou Diretora Artística da rede de salões de beleza Jacques Janine e dou cursos de maquiagem na Escola Madre. E decidi criar este site e minhas redes sociais para compartilhar tendências de make-up e técnicas de maquiagem (que aprendi e continuo aprendendo) para valorizar os diferentes estilos de beleza de cada mulher.

fb.com/ChloeGayaOficial